DR PET

DR PET

dr pet

CLIQUE AQUI E ASSISTA O PRIMEIRO MÓDULO TOTALMENTE GRATUITO!!

 

dr pet alexandre rossi

dr pet – olá boa tarde a todos meu nome é carolina de vanelli eu sou editora de veja são paulo e todos aqui no veja entrevista para falar com alexandre rossi quem não conhece o alexandre ele é um famoso o tecnicista e com especialista em comportamento animal está hoje aqui com estopinha e bar do porto famosos na internet são os os mascotes dele aí claro que o programa sobre o cachorro não ter cachorro é chato também tô aqui com nicole funk copo de vídeo dividindo a bancada aqui comigo ela vai ler as perguntas de vocês sobre os cachorros e gatos e tem pergunta deixar em baixo que ele irá responder o que deve alexandre brigavam sua presença na minha casa sempre sempre um prazer ver meu muito obrigada e vamos ver se convencia nicole a aos pais dela gostarem o rói olha aí já falei do meu trauma aqui pra ele então olha que eu queria começar com a pergunta meio polêmico que vai deixar meio chateado donos de cães cães gostam de abraço olha não sei se vão ficar chateados não é mais assim é legal a gente saber de que quando você abraça um cão você está restringindo muito o movimento dele pra escapar e até mesmo pra fazer qualquer coisa que ele queira então se ele quer correr se ele quer brincar sem que se proteger de um outro cão se ele está com um pouco de medo de você iria se iria recuar então quando você abraça se tem que ter certeza que que tá tá tudo bem porque senão ele vai se assustar em alguns casos ele pode ficar agressivo – a mesma coisa com um beijo com um beijo às vezes posição as duas coisas é pra sair dá um beijo pro cachorro que não está completamente seguro tranquilo é ruim é perigoso porque o cachorro ele vai sentir sem escapatória e o beijo ele faz com que a gente chegue com a cara muito perto da casa do cachorro e isso na maioria dos casos para os animais é muito perigoso porque é com o rosto com a cara no caso dos cachorros que ele acabou mordendo né com a boca está na na cabeça então chegar perto assim a pessoa quer dar um beijinho é como se tivesse vindo há alguém atacar e o cachorro está preso e tal ele pode ele pode reagir agressivamente agora se está tudo bem com o cachorro e tal tem até estudos que mostram que que pode ser legal né pra pessoa cada beijo que a gente da ai para um ano vai provocar josé cada beijo que a gente dá a gente produz por exemplo mais a citocina a gente gostar de cachorro e de animais por exemplo então dá beija saudável para o ser humano em relação à em relação ao cachorro gostar ou não assim o que se estudou é que quando eles olham para a gente eles também produzem oxitocina quando começar nos nossos olhos quando eles também conhecem se dão bem com a pessoa que você não pode olhar pros olhos diretamente não é tanto um mito ele sabe porque quando a gente olha no olho do outro a gente quer ver como que às vezes o outro tá sentindo o que ele vai fazer então se você olha fixo no olho de alguém instintivamente isso já pode estar meio que provocando a outra pessoa ou um cachorro quando eles vão brigar eles ficam de olho fica de de olho no outro então ficar olhando fixamente nos olhos pode ser um sinal de confronto agora se o seu cachorro é muito mais um tentando sacar o outro né eles prestam muita atenção nos nossos olhos e na no nosso rosto inclusive as micro expressões faciais eles podem anotar e fica prestando atenção pra ver se você está triste feliz como você está se sentindo em relação ao comportamento ok que o odor duas vezes mais é assim como da bronca aquele spray de água funciona lá tinha outra olha é tem pessoas hoje são contra da bronca de maneira geral né acha que não é de maneira geral diego incluindo crianças por exemplo né que não se deve dar bronca tem uma outra linha que quer que eu sei o que é um pouquinho mais não é tão radical não acredita tanto as coisas devem ser tão radicais então ou independentemente além da linha que você siga o importante é pensar no bem estar deles e no nosso né como que a gente dar uma bronca pensando no bem estar deles essa bronca vai trazer alguma vantagem para o cachorro né então por exemplo sexto pinha a gente vai fazendo alguma coisa agora errada muito errada eu não conseguisse fazê la parar ela não estaria aqui ela adora sair de casa né o bar também então se eu colocar alguma coisa aqui por exemplo um petisco e ela não e ela não poderia dar uma bronquinha como eu faria bronca primeira coisa dá bronca né a gente tem que pensar que ele está ensinando o cachorro não fazer alguma coisa que pode ser legal pra ele e também se controlar como uma criança que é mimada se ela não aprende a ser contrariada depois ela acaba sofrendo mais na vida né então o cachorro a mesma coisa então por exemplo a subir agora a sofrer nenhum e só está sofrendo um pouco porque ela quer o petisco está segurando né se ela for pegar vou dar uma bronca em ana como eu vou fazer eu vou pegar tirar o focinho dele falam não tipo não é o meu desejo da obra ela já pode ser considerada uma bronca então agora vou dar um pedacinho para ela que não não vai tentar roubar pra mostrar pra vocês como uma bronca às vezes pode ser muito sutil o cachorro eu tenho que jogar se tiver muito agitadas agente borrifam um pouquinho de água o importante é dar bronca na hora certa de acordo com a ciência o cachorro tem cachorro é muito sensível se você falar ou não forte vai ficar morrendo de medo de você aí não serve mas também não posso errar não não é mais alto porque vai incomodar o pessoal aí mas o que eles não estão nem aí entende né agora vou liberar pra ela fazer um barulho mas da água o as pessoas podem tentar em casa fazer um spray de água saber se o cachorro ta fazendo algo errado ou pode dar errado não pode fazer pode fazer então que quer que eu coloco deixou de mostrar tenho aqui o spread vizinho se o cachorro não for muito medroso ou agressivo ela pode testar netão que ela vai fazer ela vai colocar os bicho assim olha vou eu vou ficar aqui não é aquele de passar a ferro que é só uma a o button está querendo roubar comida olha aqui então eu ponho um esguicho e aí quando o cachorro foi fazer a coisa errada eu posso falar ou não e se isso não for suficiente eu posso criar um pequeno desconforto fica mais fácil para eles aprenderem porque vai ser uma coisa que eles não querendo se ela for tentar pegar ela já sabe o spray é outra coisa às vezes fica mais fácil deles obedecerem quando você sinaliza que você tem um spray no começo fica mais fácil depois escondeu spray e se ele fizer a coisa só na hora que fizer a coisa anda vai jogar um pouquinho não adianta branca à tardinha né nada não se você real o segundo da bronca ela já não vai funcionar tanto se você errar vamos e 10 segundos depois do 15 o cachorro pode não entender nada né então a gente tem que dar bronca na na hora certa button roberto vamos mostrar aqui olha sabe aqui ó button só vai ficar sob o sol agora estopinha vai entrar num sua roupa ela vai ficar mais competitiva porque o bartô tac que vai ser mais difícil estava segura pra não pegar olha ja ta mais está assim porque tem os dois falando início é mais legal tem um dos cachorros em casa também é muito mais legal de dois cachorros é muito mais legal pra eles e pra gente desde que eles não briguem desde que eles não se vêem desde que ele se bem né é mais legal nem sempre é menos confusão porque às vezes um estímulo o outro e acabam fazendo mais confusão mas tem muita gente que fala pouco depois que eu tive o meu o segundo o cachorro é eu acabo tendo menos trabalho porque um acaba meio que interagindo e brincando com o outro a pessoa sente melhor de deixar os dois sozinhos em vez de deixar um só quando vai trabalhar então muita gente fala assim não adota um cachorro porque eu fico muito tempo fora de casa então a gente fala gato talvez seja preciso mudar a não mas eu quero eu quero tanto o cachorro não gosto tanto de gato sabe perguntar ela vai gostar né as pessoas nem gato é e a maioria das pessoas depois se apaixonam e não conseguem ter só 11 é muito comum mas às vezes a falar assim de volta dois cachorros se você tiver condições a 1.22 que se bem porque aí eles vão sentir muito menos sozinhos alexandre por exemplo ainda nesse assunto a lidiane françozo a top com uma dúvida o seguinte ela diz que tem 11 hotéis com três anos e agora ela resgatou uma vira lata que está com 11 meses mas eles não estão se dando muito bem está com ciúmes do outro que ela pode fazer nessa situação é muito comum quando você tem um cachorro você pega um outro principalmente outro cachorro já for adulto ele não vai querer brincar tanto quanto um filhotinho e aí eu fui lá tinham acaba tomando toda cena ele acaba ocupando o espaço que dá se o mês para o outro cachorro ele sente incomodado mesmo com tanta energia do filhote então é legal pensar no bem estar do mais velho né então tem algumas coisas que a gente fala assim olha continuar dando mesma atenção até mais atenção por mais velho principalmente quando o filhote não tiver um pedaço porque ele vai ver que é legal o filhote está no pedaço a vida dele melhora ele vai ganhar mais petisco vai ser mais legal e evitar que o filhotinho fica enchendo a paciência demais do mais velho então fazendo isso o mais velho vai aprender a gostar do do mais novo às vezes a gente tem que manter o mais novo na guia pra pra não ficar enchendo a paciência do mais velho às vezes a gente proíbe algum lugar por exemplo do filhotinho ir para que o mais velho tenha sossego lá por exemplo ele sabe no sofá você pode não deixar o o filhotinho um filhotão subir no sofá e não incomodar o mais velho quando tannus fácil mas aí eu quiser brincar ele vai descer vai procurar o mais novo então tomando esses cuidados a aceitação é quase que certa não tomando esses cuidados às vezes o mais velho começa a ficar agressivo como é novo porque ele tem que fazer o que tem que defender um pouco as coisas dele e inclusive a soneca dele porque o mais novo ele tem tanta necessidade de brincar e interagir que ele acaba exagerando nesse calorão que está fazendo um verão que a gente tem que fazer diferente uma coisa que me incomoda muito e acho que vale o alerta é gente que leva cachorro pra passear com asfalto quente como impedir isso sim olha é muito legal que as pessoas levem os cachorros para passear isso é muito legal é uma das atividades que eles mais amam na vida então de uma maneira geral falou pode leva pra leva para passear mas eu concordo com você que dependendo do dia do tipo de cachorro e do asfalto pode não ser aconselhável cachorro que anda sempre a ser sempre o coxinha aqui que essa parte sim aqui ele já fica mais áspero ele fica mais resistente então esses cachorros ele já estão mais resistentes em relação a patinha se você nunca passei com seu cachorro vai passar no asfalto quente se você encostar a mão e tiver incomodando sua mão vai te incomodando o cachorro ou que já anda bastante não mas ele tem um outro problema é o seguinte tem cachorro que não conseguem respirar muito bem como buldogues né shih tzu sus denasus cachorros que são mais fortinho c mais baixinhos o bulldog o pior caso é porque ele é redondinho isso dificulta com que ele perca calor para linhas curtas eles ficam mais perto da superfície quente então daquele asfalto ficou batendo sol então ele está irradiando calor você acha que está o dia tá 30 graus mas na omd etapa de 40 a 50 graus assim né e e aí eles podem ter até problemas de hipertermia alguns cachorros chegam a morrer quando você passeia num dia muito quente no asfalto muito quente então nesse caso aí pra debaixo das das árvores ver se o asfalto o calçado está muito quente e encosta a mão mesmo e vejo né pra eles e e normalmente o cachorro ele demonstra alguns sinais de que está muito quente então por exemplo ele fica querendo puxar para sombra ele fica no ele não quer e não quer ir às vezes você vê o incômodo com a patinha mas se ele tiver é muito agitado ansioso com uma bolinha vendo outros cachorros ele pode não demonstrar sinais e depois ele pode até desmaiar caramba às vezes a língua começa a ficar azul não vale para quem tem show e né porque ele já não tá conseguindo oxigenar bem o o sangue e aí fica com 11 com a língua azul então esses dias muito quentes e para onde tem sombra ver o asfalto e se for um cachorro de focinho achatado é ficar de olho mesmo porque ele já podem ter uma dificuldade a mais pra pra respirar a gente tem uma pergunta que dez dias rodrigues a nota perguntando porque quando o cão dela tá com a colega ele fica muito bravo e souto mg messi mas doce é assim olha esse é o efeito que acontece também quando a gente tem um cachorro dentro do carro muito cachorro são bonzinhos do lado de fora e dentro do carro ficam agressivos ou na guia ficou 1 ficam agressivos ou então quando eles estão dentro de algum lugar assim protegido fechado a explicação da guia é que o cachorro primeiro ele sente que ele está conectado a você é muito parecido com ele está no colo a principalmente segue ativo esticado ele sente como se você tivesse junto com ele então ele é mais por um lado ele está sentindo ele pode sentir mais forte mas em condições de brigar brigar kong né mas tem outros efeitos do efeito do baixinho invocado dinho que quando seguram ele ele fica todo o vovô mantém uma receita segura quando se solta ele parece estar querendo obrigar um homem já vi essa cena que você solta o fraquinho lá ele ele para na hora de dar aquela demonstração então às vezes ele está querendo mostrar é quase que um blefe então tem muito cachorro que leva também se solta ele e ele quer sair fora e por último tem tem mais uma situação que é o seguinte é luta ou fuga muitas vezes os animais de uma maneira geral eles acabam tendo três reações numa num confronto em que ele acha que é perigoso né ele pode lutar ele pode fugir ou ele pode congelar ficar parado se você não deixa ele fugir porque está preso com a guia ele só pode travar que cachorro não é muito de travar a gata mais de de trabalho e outros bichos que são mais que ficam em completamente imóveis ou atacar então se imaginava são cachorros e está preso e vem um outro cachorro e eu não posso fugir a melhor defesa nesse caso o ataque e aí ele vai condicionando assim pra cá né e às vezes o do aparelho no colo e às vezes isso reforça o cachorro que é inseguro você tá dando mais altura e está garantido está fazendo um elo mais forte às vezes eles ficam mais bravos ainda quando você pega no colo mas deixa de usar a guia a casa olha a primeira a garantir a segurança dele ele tem que entender que você está no controle da situação que você não vai deixar um outro cachorro atacar você vai associar a presença do outro cachorro não só com essa segurança mas com uma coisa gostosa como por exemplo um petisco alguma coisa legal mas você não vai permitir que ele faça tanto vamos assim é se você não vai deixar com que ele fique agressivo pra isso você não pode deixar ele muito excitado não pode deixar ele com muito com muito medo né então tem que respeitar tudo isso mas você pode dar uma prova pode falar ou não para o cachorro causam desconforto desde que ele não esteja apavorado ou muito excitado porque não seria certo é que a gente precisa fazer meu cachorro tem medo de outros cachorros então eu vou garantir que os outros cachorros não vou chegar perto dele é legal e acho que uma outra pergunta bem recorrente é se castrar animais é maldade e o que que isso muda o comportamento deles depois olha esse é um ponto que ele é bastante polêmico normalmente não para os protetores e nem quem é protetor fala mil maravilhas em relação à castração porque se acredita hoje né que é a melhor forma da gente evitar que os animais se reproduzam no caso de cães e gatos reproduzam demais e depois tenham tantos animais como a gente sabe sofrendo maus tratos abandonados e e e a gente sabe que também tem muitos cães em abrigos já precisando de ali de gente pra adotar né tem pessoas que já vão considerar aí normalmente não são os protetores ou outro tipo de protetor protetor né tem por exemplo alguns biólogos conservacionistas que acham que por exemplo castrar uma mutilação hã hã hãe do animal tem as pessoas que sentem que está tirando a masculinidade do cachorro principalmente homens machistas mas alguns estudos mostrando ali que por exemplo a cultura latina ela aceita – castração por exemplo do que algumas outras culturas por exemplo se a gente pega nos estados unidos a a turma do sul dos estados unidos é mais perto da gente tem uma restrição muito maior em castrar do que ano norte se você vai para alguns lugares estados unidos mas em inglaterra então é difícil em alguns lugares é difícil você achar um cachorro que não é castrado mas muda o comportamento do cachorro muda é muda mas não deixa o cachorro preguiçoso como as pessoas imaginam que o cachorro não vai querer fazer mais nada então que acontece assim é você está eliminando no caso do macho uma grande parte da testosterona que controla o comportamento então a tendência dele querer ficar demarcando território menor brigar com outros machos é menor e ficar atraída por fêmeas no cio também diminui diminui brigas também então tem muito por exemplo a muitos lugares de portel principalmente de quer que não vai aceitar cachorro que não seja castrado pela facilidade deles com viverem melhor eles ficarem fazendo – shishin tudo então de uma certa forma ele facilita o convívio com a gente isso traz vantagens do ponto de vista de bem estar um por exemplo tem cachorros que são colocados do lado de fora de casa porque ele ficava chutando lugar da casa num né ea castração pode por exemplo fazer com que ele tem um convívio mais próximo da gente mas é polêmico nem todo mundo acredita que a melhor forma de de lidar com os animais na xii e é a larissa site da pergunta não é normal filhote fazer xixi se estava feliz está com medo com qualquer reação ele ele faz xixi é normal e olha larissa é é normal muitos cachorros eles fazer xixi por exemplo por excitação quando a gente chega em casa eles ficam tão estados principalmente os filhotes começam a pular e e às vezes vai saindo xixi tem aqueles que já fazem por submissão por medo é normalmente eles vêem agachadinho assim e quando a pessoa normalmente coloca a mão nele saiu xixi são então isso é supercomum por submissão e por excitação além de outros outras de marcação então xixi no ano no meu livro tem um capítulo só sobre os vários tipos de xixi o que é importante é cuidado com a bronca na hora que o cachorro fez xixi porque dependendo do motivo que ele está fazendo xixi a bronca pode mais atrapalhar do que ajudar por exemplo se ele não sabe onde fazer justiça deu a bronca ele pode entender que ele não deve fazer xixi na sua frente e vai começar a se esconderem em si não tem mais como corrigir ou como recompensar quando eles a não dar certo se ele está com medo você dá uma bronca porque tem uma visita à ilha visita vai pegar ele ficar com ele ele faz xixi e aí eu dou ainda dá uma bronca ele achava que ia ser atacado agora está tomando uma bronca próxima vez que vier uma visita ele vai ficar com mais medo ainda eo que está fazendo por licitação ele está sem controle então em vez de dar bronca a gente tem que tentar deixar mais calmo como que a gente faz a gente não entrar na festa que está fazendo então a gente chegou em casa ele tá pulando querer um doido não precisa ignorar mas a gente não deve sair correndo peguei no colo e fazer uma bagunça eu gosto eu não gosto eu já recomendei muitas pessoas ignorarem e mas hoje eu já tô numa linha um pouquinho mais rã linha do meio assim porque não o cachorro ele está tão contente aqui naquele momento e eu percebi que às vezes dá um petisquinho pra ele mas o mocinho vai fazer com que ele consiga se acalmar mais rapidamente ele tem um contato rápido com você pode até ser legal tudo bem cheguei nada de abaixar fazer toda aquela festa isso vai aumentar a excitação dele e que aí pode gerar mais xixi alguém soltou um pum aqui botou o cheiro do seu viu né e então assim a não ser cachorro que seja totalmente equilibrado os normais que não tem ansiedade de separação que não destroem a casa quando a gente sai de casa aí pode fazer festa quando cheguei em casa não tem problema e tem mais alguma tragédia que ela ainda brincou mudar essa bronca pra ele não fazer xixi então olha é a dica é principalmente não dá a bronca né mas o que a gente pode o que a gente pode fazer né então em vez de dar inveja da bronca ele está excitado não hesita ele com o tempo ele vai ele vai diminuir isso né se ele tem medo é não logo que chegar em casa não e fazer carinho nele direto e muito menos fazer o que você falou ali de olhar pro cachorro porque as pessoas chegam em casa lá estopinha por exemplo e é pra não ter problema nenhum mas olha no olho e vai com a mão pro cachorro assim você é atacado agora eu vou ser morto aí o que ele faz ele fica apavorado e ainda que faz xixi de submissão então ele vira de barriga para cima é baixa totalmente o corpo faz aquele xixi então que a gente tem que fazer não ter esses comportamentos no começo logo que entrar em contato com o cachorro e depois melhora quando eles crescem depois melhora mas tem cachorros que são muito tímidos e então se a pessoa ela dá bronca muito forte ou pessoa é ter a voz mais grossa bate belta tudo isso pode assustar um cachorro muito medroso então a pessoa vai ter que aprender a ser muito mais delicada é muito divertido ensinar alguns prontamente certificado eu vi uma vez uma vira lata que foi adotada que morria de medo cara super carinhoso mas era um voz grosso hora e batia nas coisas e aí ele começou a falar mais que mil em mudar e hoje eles são super amigos ele já está podendo ser o se ele de novo mas ele teve que mudar por um tempo na verdade estavam matando cachorro a gente tem que sair também se mudar né fazer um esforço é verdade a gente precisa muitas vezes eles vão mudar de acordo com as nossas mudanças ou mudanças na nossa casa onde eles convivem tudo mais precisar de paciência né isso acho é eu eu acho que quando a gente gosta muito é mais fácil da gente mudar né embora às vezes como a gente gosta muito algumas coisas ficam mais difíceis como por exemplo resistir alguma coisa que eles que essas carinhas então por exemplo tem um petisco aqui na mesa e estopinha tá segurando tal mas do mesmo jeito que ela está segurando porque ela queria correr lá fora não dá pra fazer tudo que qualquer qualquer hora mas é mais difícil quando a gente ama muito e principalmente quando a gente ama como se eles fossem nossos bebês a não ficar fazendo tudo que eles querem ver se a gente fizer tudo que eles querem eles vão ficar mimados o que acaba não sendo bacana nem para eles nem pra gente também.

dr pet

DR PET
Classificado como: